A Google tornou oficial o seu programa "mobile first indexing"

2018.JUL

Se já recebeu um e-mail com o assunto "Mobile-first indexing enabled for (url)", então o seu site passou a fazer parte do programa da google "mobile first indexing". Mas sabe o isso é?
Trata-se de uma revolução ao nível dos motores de pesquisa, que a Google tem vindo a preparar ao longo do último ano e meio e que surge como resposta à crescente utilização de em equipamentos móveis que mudaram a forma como os utilizadores se relacionam cm a web.

O programa é gradual estando os responsáveis de cada site a ser notificados à medida que o seu site for migrado para esta nova forma de indexação.

O que representa na realidade mobile-first indexing?
Tal como a expressão indicia o motor de pesquisa Google passará a indexar em primeiro lugar as páginas mobile dos websites, ou seja, as páginas/ versões mobile do site serão o ponto de partida para inclusão no seu index e a base de referência para determinação dos rankings em pesquisas. É importante perceber que não haverá um index mobile e um index para desktop. O index será único e terá como referência o comportamento em dispositivos móveis (tipicamente smartphones ou tablets).

Esta é uma alteração conceptual uma vez que a versão mobile passa a ser considerada a principal de cada site.

O que devo fazer?
Na prática para sites que utilizam a tecnologia responsive ou se estão otimizados para mobile estas alterações (em teoria) não deverão ter impacto nos rankings de pesquisa da Google. Será sempre importante verificar o desempenho da velocidade de carregamento das páginas e se as imagens e outros elementos dinâmicos estão otimizados para uma experiência mobile.

No entanto, em sites com respostas diferenciadas em versões mobile e desktop, ou que não estejam sequer preparados para mobile, é aconselhável tomar medidas para não perder o seu lugar no ranking de pesquisas.

Se o seu website ainda não se encontra adaptado para versões mobile, este é o momento para considerar uma reformulação.